Notícia

Em Modelo, homem é condenado a 11 anos de reclusão por tráfico de drogas.

Saiba Mais.
Em Modelo, homem é condenado a 11 anos de reclusão por tráfico de drogas.

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) obteve a condenação de um homem pelo crime de tráfico de drogas em Modelo, no Oeste do estado. Ele foi sentenciado a 11 anos de reclusão, em regime inicial fechado, e ao pagamento de 1.133 dias-multa por adquirir, ter em depósito, preparar, oferecer e vender cocaína. Os crimes foram praticados de julho de 2022 a janeiro de 2024.  

De acordo com a denúncia, após a quebra do sigilo telefônico do réu, verificou-se que houve a troca de mensagens entre ele e dois homens sobre as drogas que o acusado vendia. Nas mensagens, um dos indivíduos pergunta se ele tem “bagulho” e, em outra oportunidade, outro pede para ele arrumar “uma de 100” até o dia seguinte, por exemplo.  

Durante a investigação, também foi apurado que o condenado utilizava a boate de que era proprietário na época, localizada na zona rural de Modelo, para traficar drogas. Ele as mantinha em depósito no local e as vendia a frequentadores, cobrando R$ 100 por “bucha” de cocaína.  

O Promotor de Justiça Edisson de Melo Menezes destaca que o trabalho de investigação da Polícia Civil foi crucial para obter a condenação.

Crimes registrados entre 2023 e 2024 

O réu comprou cocaína pessoalmente no mínimo duas vezes nos dias 18 e 24 de março de 2023, no município de Saudades. Já na noite de 15 de julho de 2023, durante uma abordagem policial em Sul Brasil, um usuário de drogas afirmou que o réu fornecia cocaína para pessoas do município.  Na noite de 17 de setembro de 2023, o denunciado deu entrada no Hospital de Modelo devido a um acidente, e foi verificado pelos profissionais do local que ele estava com 0,8g de cocaína em suas roupas. A droga foi entregue para a Polícia Militar. 

Por fim, na manhã de 20 de janeiro de 2024, durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão, policiais civis encontraram na casa do réu sacos plásticos rasgados, produtos que usualmente são utilizados para preparar drogas em porções para venda. 

Cabe recurso da sentença, mas a Justiça negou ao réu o direito de recorrer em liberdade e ele segue preso preventivamente. 

 

Fonte(s): Ministério Público de Santa Catarina (MPSC)

Comentários

Últimas notícias

15 Jun
Polícia
Carro capota e mulher perde a vida no Centro de Maravilha

Saiba Mais

14 Jun
Polícia
Maravilha Futsal viaja para enfrentar Caçador pela Série Prata do Estadual.

Saiba Mais.

14 Jun
Polícia
Carro colide em árvore na BR282 em Nova Erechim.

Saiba Mais.

Esse site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar o acesso, você concorda com nossa Política de Privacidade. Para mais informações clique aqui.